Natal em família

Por causa da chegada da Tarsila, a ceia de Natal que programei para receber meus familiares, precisou ser cancelada. A Cássia minha filha se ofereceu, e o fez expressando muito contentamento, para receber as pessoas, em número de dez, que viriam para minha casa. Fiquei muito feliz com a prontidão dela.

Rapidamente, ela fez um cardápio lindo e enviou para os convidados via e-mail. Vi que seu cardápio era simples, porém fino e caprichado. Acho que o melhor de tudo foi constatar algumas coisas que confirmam que ela aproveitou e aproveita daquilo que tentei passar: Ela veio até minha casa pegar algumas receitas. Não que ela não as tenha. Acho mesmo que ela cozinha melhor que eu (quando ia para o fogão sempre fui reconhecida como boa cozinheira, mas ela é muito melhor), mas ela queria algumas receitas de alguns pratos que eu sempre fazia no natal, como o ponche, o sorvete, o arroz brasileiro e o peito de peru recheado. Pegou ainda duas toalhas com motivos natalinos e se foi.

Quando chegamos para o jantar na véspera do Natal, a mesa estava linda. Bem decorada, e bem melhor do que eu faria. Tudo organizado. Quem diria que aquela adolescente tão bagunçada a ponto de ser impossível entrar no quarto dela um dia faria algo tão lindo e tão saboroso. Sim, a comida estava perfeita. Nem mais, nem menos. Toda a casa revelando que era noite de natal. A árvore com luzinhas, os presentes, a estrela acendendo e apagando, as crianças correndo pela casa toda, felizes. Enfim era bom demais para meu coração ver tanto dela e um pouco de mim! Valeu a mudança de local para a ceia do Natal de 2008.

Parabéns e muito obrigada, minha filha!

Anúncios