cafe lirios BrusqueHoje o mundo amanheceu triste. Ontem à noite houve os ataques reformistas em Paris. Pais perderam filhos. Mulheres ficaram viúvas, homens perderam suas amadas, filhos perderam pais….a repercussão do ódio é sempre mais ódio. Não é só lá que o ódio tenta sufocar o acolhimento, a aceitação e o perdoar. A violência está em todos os cantos. Alguns mais, outros menos, mas em toda a face da terra o mal deixa seu rastro… Estou em Brusque, no Hotel Monthez. Vim como preletora de um encontro de mulheres. Elas ainda não chegaram, chegarão por volta das 09h(a.m.) . Fui para o salão do café e pude tomar o café da manhã bem tranqüila observando toda a beleza do lugar através dos vidros transparentes das paredes do refeitório. Bem ali, bem-feito de onde fica acesa que ocupei,do outro lado do vidro, tem uma linda jardineira cheia de lírios amarelos! Lindos! Meu coração estava pesado e triste. Não por causa de comida, é muito menos por causa de roupa, mas por causa do luto que está no coração de tantos nesta manhã. De repente eu vi os lírios, passei a contemplá-los e me lembrei desta fala de Cristo: “Olhai os lírios do campo…” É como se fosse pouco um pássaro pequeno, como um canário, de peito amarelo veio e ficou siscando entre os lírios. Ficou completo para meu coração, eu lembrei das aves dos céus e dos lírios do campo, exatamente como Cristo recomendou… A paz voltou ao meu coração, que ainda continua triste, muito triste, mas em paz!

10/11/2015

Anúncios