DIA DAS MÃES – 2014

2 Comentários

Dia das mães é todo o dia.

Mas hoje, segundo domingo de maio, quero celebrar:

As mães que geraram;

As mães que amamentaram;

As mães que amaternam

As mães que adotaram;

As mães que abortaram;

As mães que abandonaram;

As mães que rejeitaram;

As mães que sufocaram;

As mães que terceirizam;

As mães que tiraram a vida;

E as mães que promoveram vida.

Porque:

Cada uma tem sua dor!

Abraço, a mãe que ofende.

A mãe que defende;

A mãe que lamenta;

A mãe que ora sem cessar;

A mãe que luta;

A mãe que chora;

A mãe que ri;

A mãe que espera;

A mãe que silencia;

A mãe que não desiste;

A mãe que acolhe;

A mãe que confronta;

A que se condena;

A mãe que ensina;

A mãe que não aguenta;

A mãe que é pai;

A mãe que não teve mãe;

E a mãe ferida.

Porque mãe perdoa. Um milhão de vezes.

E precisa de perdão,

todos os dias.

Anúncios

MEU FILHO (OU FILHA)

11 Comentários

DIA DAS MÃES – MAIO 2012

Escutei meu próprio coração, e juntei ao meu anseio o desejo do coração de muitas mães, que conheço, e escrevi para filhos e filhas: (Em especial, para os dois que gerei, e para alguns que se fizeram “filho” e “filha” por algum tempo)

O QUE QUERO:

Quero uma presença de corpo e de coração.
Quero perdão pelos erros que ainda cometo.
Quero compreensão pelo que não dei porque não tinha ou nem sabia.
Quero uma escuta que não me condena.
Quero acolhimento pelo que dei achando que era o melhor.
Quero um olhar respeitoso e honroso para o meu envelhecer.
Quero reconhecimento pelo que aprendi na vida
Quero carinho. Não precisa ser o mesmo que dei. Pode ser menos.

O QUE NÃO QUERO:

Não quero meias; já tenho de sobra.
Nem chinelos; tropeço com eles.
Nem blusas; já as tenho para cinco anos.
Nem cremes; haja corpo para usar tudo que já tenho.
Nem jóias; não dou o mínimo valor para ouro ou diamantes.
Nem bolsas; prefiro sacos, despertam menos o interesse dos ladrões.
Mas, se ainda assim quiserem me presentear, que seja:
Algum livro biográfico,
Algum recurso que me ajude com a informática,
Alguma coisa que tenha a ver com História
Ou o meu perfume predileto; ou um chileno Carmenere.

O QUE DESEJO:

Que você viva sua vida, por você.
Que você se desligue da mãe que você internalizou,
Para amar e gostar da pessoa que sou hoje.
Que você não se culpe, por nada a meu respeito.
O que não sai a contento,é porque eu mesma falhei em viver e ensinar.

Que você jogue fora todos os lixos;

e perpetue todos os tesouros que herdou de mim;
Quero perdoar-lhe, todas as vezes que você me fere.
E acolher sempre, mesmo quando você erra.

O QUE NÃO ESPERO:

Não espero perdão por todos desacertos do passado. Alguns você nem se lembra. Não se preocupe, eu mesma já me perdoei e entendi que naquele tempo não tinha como eu ser diferente.

Não espero gratidão. Se vier, tudo bem. Mas tudo que fiz e que dei foi porque acreditei
que era o que você precisava, e dei meu melhor.

MINHA ORAÇÃO:

Oro, todos os dias, por suas escolhas e caminhos.
E guardo no silêncio do meu coração muito amor para quando você quiser!
Venham. Todos os dias ou sempre que puder!